sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

Negue-se a si mesmo


“E dizia a todos: Se alguém quer vir após mim, negue-se a si mesmo, e tome cada dia a sua cruz, e siga-me. Porque, qualquer que quiser salvar a sua vida, perdê-la-á; mas qualquer que, por amor de mim, perder a sua vida, a salvará.” Lucas 9.23-24.

Parece que em nossos dias a maioria dos “cristãos” vive carregando uma cruz leve, sem peso, visando àquilo que a agrada, andando do seu próprio jeito no Caminho de Cristo. Mas aquele que quiser seguir a Jesus – verdadeiramente - seguindo a Sua Palavra deve sujeitar-se aos Seus Ensinos, e há uma coisa que simplifica tudo isso: negar-se a si mesmo.
Tenho percebido que hoje, muitas pessoas têm feito seus próprios princípios, as coisas que deviam fazer parte do velho homem ainda estão presentes no dia-a-dia. O modo de falar, a televisão, o rádio, as nossas amizades, entre outras coisas estão relacionadas ao nosso modo de viver e aponta quem somos em certas partes. As mínimas coisas que fazemos em nossas vidas podem não ser a vontade de Deus para nós e consequentemente a comunhão e a intimidade se vão.
            Negar-se a si mesmo é algo extremamente importante quando se diz respeito a seguir Cristo, pois é por ai que tudo - ou quase tudo - começa. Quando nos convertemos várias coisas devem ser deixadas de lado, e entre essas coisas é o modo de viver antigo que nos prendia ao pecado, independente se era “bom” ou ruim.
            “Particularmente, quando me tornei um Cristão tive que abandonar várias coisas, como, por exemplo: Músicas que eu ouvia, hoje já não fazem mais parte da minha trilha sonora, tive que perder contato com muitos amigos, mas não por minha vontade, mas por negar a mim mesmo, deixei minhas vontades do mundo de lado e resolvi olhar para o que Jesus tinha pra mim, confesso que em alguns momentos já senti saudades daquilo que eu tinha na minha vida antiga, mas hoje eu digo que valeu a pena a escolha que fiz.” Isso me fez lembrar algo:
            “Já estou crucificado com Cristo; e vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim...” (Gl2:20). Cristo deve ser A Resposta de todas as coisas, Ele dever ser seus atos, deve ser seu modo de pensar e de falar, Cristo deve ser literalmente tudo, e isso é exatamente negar-se a si mesmo. Mas tudo isso também pode ser seu maior prazer, não agindo como um sacrifício, mas sim como uma agradável e amorosa escolha. Seguir a Cristo também pode ser uma questão de costume e rotina em seus dias, tudo isso vem com o tempo em que passamos com Ele, pois como falamos e estamos junto com nossa família intimamente, assim podemos falar e agir segundo o Coração de Deus.
            Portanto ler Sua Palavra, louvar, falar com Deus diariamente são coisas poderosas pra que nós possamos chegar ainda mais perto dEle e deixarmos aquela velha forma de viver para trás, com toda certeza o Espírito de Deus nos guiará com Sabedoria aonde formos, a cada detalhe Ele nos dirá o que fazer, a cada momento Ele irá por as palavras certas em nossas bocas, e então aquele mundo que você tentou deixar para trás irá desaparecer e servir a Deus será a sua eterna alegria.

Gabriel S. Padilha

Nenhum comentário:

Postar um comentário